12.2.15

Diário de Bordos - Cole Bay, St. Maarten, Antilhas Holandesas, 12-02-2015

"Ľair du printemps est une chose souple et tendre
Les pores s'ouvrent et ľair entre en nous
Et nous, nous nous répandons délicieusement en lui"

(Cito de memória, deve haver falhas. O poema é de Charles Baudouin).

Talvez seja isto a felicidade: o Lagoonies vazio, a música sublime e a um nível perfeito, um soberbo jantar e um monte de amanhãs: o transporte para Antigua, um cata de sessenta e sete pés, a vida toda.

Não sei. Talvez devesse ser mais velho e pensar que a vida toda já foi; ou mais responsável e pensar no futuro, em vez de futuros; ou mais... sei lá. Não sou.

Sou menos e sou feliz. Que se foda o mais.

........
Em breve não haverá trabalho aqui em St. Martin. Esta época passou a correr. Agora quero navegar.

Não é pedir muito. É pedir o essencial.