4.2.15

Diário de Bordos - Marigot, St. Martin, Antilhas Francesas, 04-02-2015

Ontem dei vinte dólares a um tipo que me prometeu devolver-mos hoje. Eu sabia que ele estava a mentir e de vez em quando gosto de confirmar as minhas intuições. É tão raro ter razão...

Na verdade ter cinco dólares no bolso - a soma com que fiquei depois do meu misantropo gesto - não é muito diferente de ter vinte e cinco. Um dia e meio de comida, talvez.

O que é um dia e meio numa vida?

........
Começo a estar cansado de St. Martin. Haverá alguma vacina anti-nomadismo?

........
A lua está cheia e sobe a toda a velocidade. Em breve vou para bordo dormir.

Para fazer um haiku agora precisaria de um gato, ou chuva, ou um sentimento. Inesperados, claro.

O cansaço não serve.

.......
Pouco acima da lua está um planeta. Não sei qual. Talvez Marte ou Júpiter. Por baixo estão núvens. Cumulus, com um bordo dourado (esbranquiçado, neste caso).

Não há chatice que olhar para cima não cure.