26.3.15

Diário de Bordos - Cole Bay, St. Maarten, Antilhas Holandesas, 25-03-2015

Comprei um livro. Pode parecer estúpido, ou pelo menos incompreensível. A fotografia da capa não chega para a coisa se tornar racional:


O título é fabuloso, a capa linda de morrer e Besson... bem é Besson e eu estou cheio de vontade de aprender a escrever e mais vale ler muito para aprender um bocadinho e já agora o muito deve incluir os franceses todos, ou pelo menos os Bessons todos e os que escrevem como ele.

Mas faltam duas coisas na fotografia: uma é a textura do papel. Outra são os contos, de que hoje li duas ou três páginas no Sous-Marin, mesmo ao ao lado da livraria.

Enquanto comprava o livro jurei que amanhã envio os livros que arrasto na mochila verde para casa. De qualquer forma preciso da mochila, o saco de Bequia está quase a deixar de ser novo.

........
Amanhã voo para S. Paulo. Vou descobrir um Brasil que não conheço e uma vida de que já me tinha esquecido. 

........
A empresa de sonho para a qual trabalhei não me pagou metade do que devia ter pago. Agora é oficial: está com dificuldades de pagamento. É a segunda maior empresa de charter do mundo.

"- Fiz uma pequena fortuna com barcos à vela.
- A sério? Como conseguiste?
- Comecei com uma grande fortuna."