14.9.15

A bondade dos impostos

Aqui há uns tempos apareceu um artigo no Público sobre os impostos na Dinamarca. A (creio) jornalista extasiou-se e tento extasiar-nos com as maravilhas dos serviços públicos dinamarqueses, possíveis, claro, graças à elevada carga fiscal e à beatífica atitude do povo face àquilo que no fundo não passa de extorsão. Tentam disfarçar "oferecendo" serviços que as pessoas poderiam livremente comprar se não tivessem começado por ser espoliadas.

Porém mesmo na Dinamarca os impostos são obrigatórios. Talvez não fosse má ideia lembrar que se os impostos fossem bons não seriam obrigatórios, seriam proibidos.