18.10.15

Diário de Bordos - Lisboa, 18-10-2015

Fui buscar a bicicleta à Rcicla. Duas boas notícias e uma má: a burra ainda é mais bonita do que eu me lembrava dela e fui embarretado - isto não é uma notícia - mas menos do que pensava - isto sim -. O quadro, diz-me Pedro da Velocité - para quem não sabe, a melhor loja e oficina de bicicletas de Lisboa, sita na Duque d'Ávila - é "histórico".

À categoria dos cornos mansos devia acrescentar-se a dos embarretados mansos, com direito a associação e tudo.

Agora há que reconstruir o quadro "histórico", tirar o lixo que veio da Rcicla e pôr material decente. Quando voltar em Abril terei uma Vitus Turbo como nova e a Rolex Voadora estará, espero, esquecida. Enfim, esquecida não; menos presente.

........
Jantar de Aniversário da T. no Nogueira's. Cada vez suporto menos anglicismos e nomes ingleses e o uso do inglês por dá cá aquela palha. O restaurante é correcto, bom e barato. Decoração um pouco americanizada e padronizada e banal de mais para o meu gosto, mas decididamente uma boa morada. Pelo menos para quem está feito ao bife: não provei mais nada.

Na verdade é raro encontrar carne boa, bem cortada e mal passada e isso vale anglicismos e banalidades. Até o vinho é a um preço correcto. E têm rum - não é Mount Gay nem Flor de Caña mas o maître d'o prometeu que os teriam em breve -.

........
Regresso a Évora hoje. Ontem comprei um bilhete de ida e volta. Fiz mal, claro. Qualquer tentativa de previsão, por pequena que seja sai mal.

Ou então foi excesso de zelo na aplicação daquela velha máxima que diz "Tens de ter um plano para poderes não o respeitar".