12.12.15

Diário de Bordos - Cole Bay, Sint Maarten, Antilhas Holandesas, 11-12-2015

São poucos os armadores com quem me entendo tão bem como com S., o armador do S. M. (pena este hábito de não nomear os barcos. O nome deste é bonito). Hoje disse-me que ia ter saudades minhas.

É recíproco, S. Um dia passaremos o Horn juntos.

........
Jantar no S., a beleza pela qual me apaixonei há tantos anos, paixão essa que há tantos anos continua viva. Um recorde.

Retiro-me da conversa para escrever. Prefiro escrever disparates a ouvi-los.

Há sítios que não suportam faltas de respeito, não as merecem, nem aguentam ou digerem.

........
St. Martin está a um passo do paraíso. Esse passo é essencial: mais vale morrer de cansaço a um metro da praia do que de aborrecimento na areia.

........
Estou a duas semanas do Natal e a vinte anos. Escolho estes últimos: o meu Natal dura trezentos e sessenta e cinco dias (e seis nos anos bissextos). Como escolher um dia?

Não escolho: que o Natal vá dar uma volta ao bilhar grande e volte daqui a muitos anos. Nessa altura talvez possa vestir um fato encarnado e ir para a rua olhar para as miúdas sem ser acusado de tarado.

........
Amanhã fico de novo sozinho. É decerto um presente de Natal. Talvez não seja assim tão mau, afinal.

........
Consigo viver como vivo sem ter inveja de ninguém. É uma qualidade ou um sintoma?

........
Cheguei há dez dias. Tempo de largar. O melhor lugar do mundo é a mil milhas do porto mais próximo; o pior é o porto mais próximo.

Por muito que se goste dele.

........
Os marinheiros são homens simples. Não precisamos de muito para ser felizes: mar, rum e uma miúda gira numa cidade qualquer dizer que tem saudades nossas.

Se a cidade coincidir com aquela onde nós estamos melhor. Se não, azar. Num fósforo estou aí, querida.

Se bem assim não possas dizer-me que tens saudades minhas. Melhor do que isso só "amo-te", não é?

Não. Melhor do que isso só "quero amar-te".

........
Gosto tanto do Lagoonies em Cole Bay como do café Tati em Lisboa. As razões são basicamente as mesmas. No fundo sou um homem caseiro.

........
E sem imaginação. Uma bênção.