13.12.15

Diário de Bordos - Cole Bay, Sint Maarten, Antilhas Holandesas, 13-12-2015

S. foi-se embora. Seria injusto acrescentar felizmente, mas é verdade que gosto de me reencontrar sozinho. Fritei dois ovos, pus o Fado Bailado do Rão e deitei-me no salão a organizar mentalmente o trabalho que me resta. Não é muito: quatro ou cinco dias plenos.

Começam amanhã. Hoje é dia de S. Mim.

........
Jantámos no lado francês (lolo Cisca, se houver interessados). Accras de morue, boudin créole, caranguejo recheado. Precedidos de um ou dois ti'punch no Arhawak e seguidos de um rum punch no Lagoonies.

Neste último havia demasiado barulho. Antes não: só paz e voluptuosidade.

Prefiro de longe o lado francês da ilha, nada a fazer. Por muito FN que votem estão mais perto da civilização. Ou do bom gosto, se se preferir.

........
Fado Bailado é o meu disco de fado preferido. O saxofone substitui com vantagem a voz de muitos fadistas e as letras da maioria dos fados.

E adequa-se tão bem ao domingo solitário de um marinheiro longe de casa.