24.2.16

Diário de Bordos - La Linea de la Concepción, Espanha, 24-02-2016

La Linea fica do outro lado de Gibraltar. Nunca tive muita vontade de a conhecer até que em Agosto do ano passado naveguei com um armador que aqui passou dois ou três anos. Disse-me que era encantadora e devia visitá-la aquando da minha próxima pasagem por Gibraltar.

A cidade é assustadora de feia. Mas é uma fealdade estranha. J., malagueña, diz-me "la ciudad es fea pero la gente graciosa y además barata". Tem a razão toda. As pessoas são simpáticas, a vida barata e boa. Ontem perguntei já não sei a quem onde me sugeria que fosse comer e a resposta foi "a qualquer lado. São todos bons". Depois lá me disse "Ah, espera, vai à Bodeguiya", conselho que segui. Mas podia ter seguido o primeiro, realmente.

........
C. já encontrou tripulantes. Chegam amanhã. Estava a preparar-me para largar sexta-feira - não há muita margem para superstições - mas se as previsões se mantiverem não saio antes de sábado.

Que nojo sinto daquelas duas coisas que desembarcaram! Prefiro quem me chama filho da puta pela frente a quem diz "aquele gajo é ligeiramente chato" pelas costas.

........
Isto dito, o frio continua. Voltou. Se me apanho a) fora do Mediterrâneo e b) a menos de 23º27' de latitude nem acredito. Que sejam vinte e cinco graus, vá. O suficiente para poder navegar de calções à noite.

........
E se me apanho em Lisboa e com a possibilidade de lá ficar dois ou três pares de meses ainda acredito menos.