2.8.16

Agosto, Cartagena

Agosto chegou, finalmente. Veio à socapa, no bico dos pés. Queria apanhar-me em Cartagena uma cidade que seria Agosto se os cafés fossem praias.

Agosto é uma longa e sinuosa praia. Cartagena é uma longa e sinuosa rua pedonal. Se não formos à praia descobrimos outro Agosto; se não formos à rua pedonal de Cartagena descobrimos outra Cartagena.

Em Agosto gosto da palavra, uma contradição escondida à vista de toda a gente: A-gosto. Não-gosto. "Des-gosto", diz uma poetisa brasileira de quem gosto poemas e do humor.

A (contra)gosto gosto de Agosto: prometi que ia mudar de vida e o primeiro episódio vai ser gostar de Agosto.

........
Foi assim que de repente de tão cansado se me esvaiu Cartagena pelos poros todos.