15.4.17

Da tosse

O meu corpo resolveu desistir da febre e da rouquidão e trocou ambas por uma inabalável vontade de se virar do avesso: pôr a pele para dentro e as tripas para fora. O método que escolheu para atingir tão insensato objectivo é a tosse.

Estas crises de tosse não conseguirão virar-me de fora para dentro, mas têm um efeito secundário que talvez seja salutar: estou a expelir a merda toda que acumulei nestes últimos meses.

Suponho aliás que a ela devo o permanente estado de cansaço em que andava há uns meses e não - como pensei após aturado estudo - às  rodas de borracha, circulares e pretas das viaturas motorizadas ou ao facto de as ciclovias de Lisboa estarem mais frequentemente ocupadas por peões do que por ciclistas; ou ainda - outra hipótese - à cor verde das folhas das árvores, que uma estranha epidemia impele os nossos autarcas a cortar sem razão aparente.