25.8.17

Arroz de Graça

Ontem comi um arroz de Moira tocado pela Graça. Quero dizer: quem o fez estava tocado pela Graça (isto é para ser lido sem segundas intenções: nem a mulher do cozinheiro se chama Graça nem o senhor estava embriagado).

Uma vez um amigo que me conhecia bem disse-me que para mim um bife com batatas fritas e ovo a cavalo é um prato exótico; tinha razão. Enquanto houver arrozes destes vai continuar a ter.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.