27.8.17

Praxis, coincidência

Não sei o que é o amor. Nunca me interessou muito, verdade seja dita: prefiro viver o que ignoro a saber o que não vivo. Hoje porém tive uma pequena luz: amor e paz devem andar juntos. Ou amor e harmonia, mas harmonia é uma palavra mais vaga e vasta do que paz.

Não sei. Talvez seja só coincidência.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.