31.12.17

Escrever, descrever

Dizer que é assim que eu gosto é um exagero; mas dizer que não gosto é um exagero maior ainda. Descrever não passa de uma escolha entre dois exageros. Escrever é pior: não temos comparativos.

É como saltar a um poço sem saber se tem água no fundo.

Ninguém escreve porque gosta. Escreve-se porque se tem de morrer e se tenta adiar essa morte. A outra já sabemos que há-de chegar.