10.12.17

Querida abstracta

Queria tanto escrever-te em concreto e só o posso fazer em abstracto-te. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.