16.1.18

2666 páginas a mais

Estou a ler um livro do Bolaño que assim de início me parece muito enfadonho. Ou então sou eu que já não tenho força para aguentar calhamaços de mil e tal páginas, mesmo deitado.

Não deixo porém de achar injusto que se compare o homem aos grandes nomes da literatura sul-americana. Uma página de Manuel Mujica Lainez vale as mil que ainda não li deste.