2.2.18

Alvo, palavras

As minhas palavras são autónomas, independentes; escolhem sozinhas os seus alvos.

Mas eu sei uma coisa que elas não sabem: não podem escolher-te a ti.

Em contrapartida elas sabem uma coisa, só elas: se não fores tu não há mais ninguém. 

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.