6.2.18

Conquistas

A mediocridade é uma conquista, tanto quanto o sublime. Saber-se medíocre e perseverar está ao alcance de tão poucos como saber-se sublime e não se abandonar.

Beckett, Borges, Pessoa, Yourcenar: sabiam-se sublimes e nunca se refugiaram no sublime. Nunca se deixaram ir.