26.3.18

T, Silêncio

Tremor, terror, temor, trevas. O dicionário abriu-se na letra T.

Alguém partilhou um tema de Satie no Facebook. Oiço um bocado, enquanto folheio os poemas de Alejandra Pizarnik. T, S, P. O dicionário abre-se, povoa-se. A noite está cheia de coisas que não compreendo, chegam-me do passado, do tempo ou com o tempo.

São muitas, mais do que as que percebo claramente. Os terrenos da incompreensão são vastos. A memória escamoteia e o tempo traz.

A cacofonia reifica-se em silêncio. É nele que vivemos, aprendemos e vencemos.