2.4.18

Diário de Bordos - Port d'Andratx, Mallorca, Baleares, Espanha, 02-0402018

Sacana do cansaço colou-se-me à pele e não me larga, sanguessuga maldita. Hoje não há razão nenhuma para estar cansado como estou e a verdade é que continuo cansado, um peso em cada braço e outro maior em cada perna. Isto só se resolve de cama e panos quentes, mas amanhã não é a véspera do dia em que os terei e mais vale descansar-me e pensar noutra coisa.

Enfim, terça vou para Palma e quarta para Lisboa. Chateia-me deixar o P. assim mas tem de ser. Quando regressar em Maio já o motor estará fora, o mastro em baixo e os brandais inspeccionados e se necessário reparados. Depois é só substituir machos de fundo e passa-cascos, impermeabilizar o convés e a quilha, pôr o novo motor, substituir o poleame... Nada do outro mundo. Acho que estou cansado por antecipação do que aí vem.

Não sei. Pouco me interessa, na verdade. Só quero parar meia dúzia de dias, não é pedir muito.

Uma vez cheguei a Brighton de uma travessia do Atlântico num 60' que não tinha piloto nem enroladores (era uma goeleta. Linda de morrer) e quatro dias depois estava a bordo de um 32' para Lisboa e depois Palma. Hoje fá-lo-ia?

Claro que sim, estúpido. Cala-te e dorme.