2.4.18

Palavras, andaimes

As palavras precisam de sustentação, de algo por trás que as não deixe cair: os sentimentos.

A imagem que me ocorre é a dos andaimes que eu montava quando trabalhava numa empresa chamada TPH (Toujours Plus Haut, isto não se inventa) e o meu trabalho consistia em - exactamente: montar andaimes, toujours plus haut -: as palavras são as pranchas de madeira e os sentimentos as peças em alumínio sobre a qual se apoiam.

Todas as palavras, mesmo os substantivos, o mais simples dos artigos, os advérbios e os pronomes, os verbos intransitivos tanto quanto os transitivos, os adjectivos (meu Deus, os adjectivos)... Todas precisam de um andaime. Sem ele não passam de sons vazios, formas ocas, vãs e condenadas a desvanecer-se ao primeiro sopro.

(Para a L., andaime de muitas palavras).