1.5.18

Diário de Bordos - Puerto de Andratx, Mallorca, Baleares, Espanha, 01-05-2018

De repente tudo começa a correr bem, o que não me espanta muito: pior só enterrado. Esperemos que esta nova maré venha para ficar. Alguém acha estranho eu gostar tanto de montanhas russas?

........
De hoje a uma semana o P. encalha. Estamos em contagem decrescente: o objectivo é fazer a nado (sem jogos de palavra estúpidos, por favor) tudo o que se pode. Três semanas em seco não serão de mais para tudo o que há a fazer.

........
Dias de trabalho intenso, mas feliz. Puerto de Andratx deixou de ser um buraco porque se transformou numa linha quase recta entre o P., o café Acal e o supermercado Eroski (por ordem decrescente de tempo passado em cada um dos sítios).

Amanhã vou a Palma. Espero que Puerto de Andratx não volte à sua condição.

..........
Nunca gostei muito de feriados nem fins-de-semana. O do Trabalho é particularmente estúpido: a melhor maneira de celebrar o trabalho é trabalhando, não fazendo feriado (argumento de resto usado com sucesso pelo povo suíço para recusar que esse dia - isto é, hoje - fosse de folga. Não sei como está agora, mas lembro-me de pelo menos duas votações em que a proposta de ferialização (?) foi recusada.

Bem aventurado povo, que até para os feriados vota. Os políticos na Suíça são criadores de propostas, não são decisores. O mundo seria melhor se esse sistema fosse adaptado por mais países.