21.7.18

Círculos

Uma senhora polaca queixa-se num post do Facebook que a Polónia "está a andar para trás". Não percebi porquê: o post está em Polaco. Só compreendi a parte em português. A Polónia não respeita "a diferença" e por isso, na opinião da senhora, "recua".

Para recuar seria preciso que antes tivesse avançado, o que não é o caso. Nem da Polónia nem de mais ninguém. O progresso não é uma linha recta ao longo da qual se "avança". É um círculo que se percorre ora para um lado ora para outro.