1.7.18

Diário de Bordos - Palma, Mallorca, Baleares, Espanha, 01-07-2018

Ando com vontades de México e vim jantar à Cantina de Frida. A cozinha mexicana não se exportava muito bem, até descobrir este (os Estados Unidos não contam como exportação para o México).

Penso no Pistola Y Corazón, coitado; ou no Clandestino, coitado de mim; ou numa coisa inominável do Cais do Sodré, coitada da cozinha mexicana. Depois lembro-me: não estou em Lisboa. Estou em Palma, onde ontem comi nachos no 7 Machos e hoje me alambuzei com Margaritas quase tão boas como as de Vallarta (que Deus as abençoe) e nachos e quesadillas. Ainda não é isto, mas para ser isto tenho de voltar ao México (e não ter de comer tacos a um dólar).

..........
As feministas lutam exactamente por quê, depois de Margaret Tatcher, Golda Meir, Angela Merkel, Marguerite Yourcenar, Hannah Arendt, Sapho, Indira Gandhi, Hildegarde von Bingen, Teresa d'Ávila e mais um milhão de outras?