2.7.18

Taylor & rigidezes

Já alguém tentou escrever (ou ler) e esvaziar uma garrafa de vodka enquanto ouve Cecil Taylor? Impossível. O homem parece um ciclone: só deixa de pé aquela parte de nós que se molda à vida. Garrafas, livros ou canetas são demasiado rigídos.

[Isto esquecendo de mencionar que "Cecil Taylor Unit" é provavelmente o nome de uma banda de jazz mais bonito que jamais existiu.]