15.8.18

Camadas de nós

Não nos víamos frequentemente, todos os dias estávamos ansiosos um pelo outro, precisava dela para respirar ela de mim para viver, dizia-me e eu acreditava de maneira quando nos encontrávamos e passávamos uma noite juntos refazíamos o mundo camada a camada. Ou melhor, duas camadas a duas camadas: ela por cima eu por baixo eu por cima ela por baixo um ao lado do outro um atrás do outro o outro atrás do um, um e outro entrelaçados indistinguíveis um do outro.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.