22.9.13

Paráfrase

Começo a desconhecer-me. Reexisto.