2.6.15

Etapas para autenticar uma assinatura

1 - Vou ao Notário de San Andrés. É o único da ilha mas tem pouca gente. Pergunto ao senhor de que preciso para reconhecer a assinatura. Nada: traz o documento, assina-o, paga e nós certificamos. Digo-lhe que é para o Brasil. Ah, nesse caso tem de ser apostillado. Muito bem. E os senhores tratam disso também? Não. Apostillar só em Bogotá. Então como posso fazer? Tenho aqui o nome de uma pessao que trata disso.

2 - De qualquer forma a primeira etapa  é assinar o documento, que não está impresso. Vou à loja do lado, que faz fotocópias e impressões. Fácil: Vá ali ao computador, baixa o documento e imprime-o.

3 - O computador é da marca Slow Caracol, mas chego à página do Gmail. Tenho o duplo acesso activado e preciso de esperar pelo código.

4 - O SMS demora a chegar. Desisto. No mesmo preciso momento chega a mensagem. Reabro a página.

5 - O código já não é o mesmo. Peço novo e espero, desta vez. Decido contar a experiência em tempo real, enquanto as diferentes etapas se fazem esperar, como celebridades em Cannes.

6 - O SMS chega, abro o Gmail, encontro o documento a imprimir. Demora séculos.

Fim da primeira parte. Quarenta miunutos.

Adenda: a palhaçada continua. Não tem fim. Abandono a descrição: o dia amanheceu bonito, não vale a pena estragá-lo ou transformá-lo numa feira de absurdo.

A primeira fase está completa: a assinatura está reconhecida. Quase uma hora e meia.