17.2.17

Pequena nota à margem

Ninguém se apercebeu - pelo menos das pessoas com quem falo quotidianamente (isto é, ninguém) - do alongamento quase felino dos dias. São seis horas da tarde e há luz como se a noite fosse uma invenção. Não é, eu sei. Daqui a pouco, quando sair da Livresse com um pastis ou dois bebidos, saboreados e agraciados será noite.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.