27.3.17

Solidão, tempo

O lado bom da solidão é o tempo. Torna-se mais fluido, mais macio, suave. Estende-se ao infinito porque nós somos o infinito, cada um de nós e quando estamos sozinhos apercebemo-nos melhor disso.

O defeito é passar depressa de mais. Sozinho, uma hora é meia; um dia uma hora.

Só a vida não muda: continua a ser o raio de sol que hoje de manhã vi espreitar entre duas nuvens e que de tão breve nunca acabará.