10.4.17

Gripe

O corpo, o meu estúpido corpo, com o sentido de oportunidade que o caracteriza resolveu envolver-se com uma gripe feroz. Isto pouco mais de vinte e quatro horas antes de sairmos, ele e eu que andamos sempre juntos, para a Guadeloupe.

Raios o partam. Vim para casa morrer, que é a única coisa que se pode fazer durante um gripe, uma daquelas que nos talha a pele com uma lâmina de cinco em cinco milímetros e a levanta entre cada entalhe e no-los aquece por dentro, com uma daquelas máquinas de produzir calor cujo nome agora me escapa mas amanhã estará aqui, do lado de fora do corpo e apagado.