24.1.18

Beckett, incertezas

Que fazer, quando uma incontrolável vontade de ler Samuel Beckett nos colhe a meio da noite, como se tivéssemos sido atropelados e não temos os livros connosco e estamos no bar Irreal onde um zimbabweano preto acaba de cantar maravilhosamente e a música de disco agora é um sax que parece Waine Shorter e o ambiente está sublime e já se gastou mais dinheiro do que se devia?

Ler Beckett no computador quando se chegar a casa, suponho. Mas isto é só uma tentativa de resposta, não uma certeza.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.