20.3.18

Diário de Bordos - Palma de Mallorca, Baleares, Espanha, 20-03-2018

Isto tudo é demasiado complexo para a minha cabeça simplex. Não conto os pormenores, excepto ter finalmente ido jantar ao Ca Na Chinchila. Retenham este nome se estão a pensar vir a Palma um dia.

(A culpa não foi minha, claro. Nós portugueses não fomos feitos para alombar com culpas.)

Seja como for. Durmo num hotel de merda num quarto merdoso até dizer chega. Encontrei o D.S., um puto que toca baixo tão bem quão vazia tem a cabeça. Mas no seu patamar ele é bom, sem dúvida.

(Encontrei-o na Bodega Belver. Outro nome a reter).

.........
A cama é mais pequena do que eu. E tenho de escolher entre carregar o telefone ou ler. Só há uma tomada.
.........
Ser nómada é uma condição. Gostar de ser nómada doença incurável.