25.7.18

Flagrante delitragem

Hoje apanhei o meu corpo em flagrante delito de delitros. Literalmente: transpirei de certeza alguns dez litros e quando voltei para casa o cinto não tinha mexido nem um milímetro.

Onde raio é que as minhas glândulas sudoríparas foram buscar aquele líquido todo?

Não sei. Enchi-me de água, cerveja, tinto de verano, tudo. Mas não bebi nem um décimo do que transpirei. Em casa meti-me num banho mas não entrou muita água, pelo menos que eu tivesse sentido (ainda bem, teria ficado cheio de espuma).

Enfim, seja o que for: transpirar assim é um mistério, mas fico orgulhoso. Acabo de provar que transpirar não diminui a barriga, descoberta essa que a humanidade saberá decerto agradecer-me. Amanhã vou muito cedo para bordo, o produto é birrento e não gosta de temperaturas elevadas.

Fico-lhe grato: por muito que se goste de calor o que é de mais é demasiado.

........
Além de não ser impossível eu tenha de recomeçar. Se assim for antes de manhã.