9.9.07

"Esperar não é saber"

Sempre gostei muito do refrão desta canção, que ouvi pela primeira vez em 1976.




Ontem ao almoço falou-se nela, e eu pensei que se nesse tempo soubesse que a minha vida seria feita de esperas - que a minha vida não passaria de uma longa, interminável, sucessiva série de esperas...

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.