5.4.16

Karen Dalton, quase

Volto a Karen Dalton como a uma droga ("Não se ouve Karen Dalton, injecta-se", escrevi creio ontem e hoje é ainda mais verdade). Faz parte de um grupo restrito de cantores capaz de nos fazer ver o abismo.

E quase ter vontade de lá estar.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.