13.7.10

Pesadelo

Os senhores do IPTM que tratam de embarcações de recreio não percebem rigorosamente nada (ou percebem muito pouco, vá lá) de embarcações de recreio; os senhores do Turismo de Portugal que tratam de turismo náutico idem; os da APL, idem ibidem. Parece um pesadelo, não parece? E dá origem a um, burocrático. Porque o problema não está só nas leis, péssimas; está tambem nas pessoas que as aplicam.

A questão não é essa. É: não seria tempo de começarem a colocar nesses lugares pessoas com um mínimo de conhecimentos sobre a área que supervisam?

Não há muitos no nosso país, eu sei. Mas há alguns (eu não estou disponível, obrigado); alternativamente, os que lá estão e não sabem poderiam, talvez, pensar que têm uma capacidade de aprendizagem pelo menos igual à média e - tremo de felicidade só de o pensar - utilizá-la.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.