20.9.10

Setembro (quase um haiku)

Já as manhãs são frescas, e eu aproveito para cortar as unhas dos pés.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.