27.11.18

Fragmento

"O problema é simplesmente esta vontade de entrar em ti pelo meio e só sair quando tu me amares e eu a ti. É uma questão que parece simples, não é? Vamos para a cama e de entre quecas, cambalhotas, trepas alguma coisa nascerá.

Pois é o contrário: essa "alguma coisa" nasceu antes e agora trata-se de não a deixar morrer."

Sem comentários:

Publicar um comentário

Não prometo responder a todos os comentários, mas prometo que fico grato por todos.